Tranqueando uns versos...

| sexta-feira, 31 de agosto de 2012
Tranqueio gestos, tranqueio verbos
Num sol se pondo em quimera.
Mate gordo, riso solto
E um olhar de quem espera.
Rimas soltas, vidas rotas.
Almas revoltas, lembranças tantas...
Esperas outras...

Dom Isidro

1 comentários:

{ Bella Beloca } at: 1 de setembro de 2012 23:09 disse...

E é bem assim que se vai levando a vida, né...

 

Copyright © 2010 Sábio do Mate