Lágrimas...

| segunda-feira, 18 de abril de 2011

A lágrima é um silêncio guardado pela alma
Que se solta simplesmente por partir.
E querer explicá-la com palavras,
É cantar saudade a quem não sabe sentir...
(Joca Martins - Pela Lágrima)

Quem disse que homem não chora a si próprio não entende.
Quem teve os olhos quebrados não acha que os remende.
(Luiz Carlos Borges)

A correnteza da lágrima não escolhe rumo nem fronte, brota junto com um sorriso, pra aliviar uma saudade ou perder-se junto a um olhar pelo horizonte. Conter uma lágrima é tentativa que ninguém deve empreender, tamanha a sua força quando descamba e se vem, saudade de quem se foi, uma lágrima por quem não vem, uma lágrima pela dor, uma lágrima por um amor, uma lágrima por vontade, tentando romper a saudade ou a ausencia de alguém.... #Divagando

1 comentários:

{ Du } at: 18 de abril de 2011 19:41 disse...

Comparar lágrimas com a correnteza dos rios, dos mares, é uma forma bonita de expressar o sentimento que transborda pelos olhos, como ausência salgada. Lágrimas são as estrelas da alma, quando a lua vai embora e clareia o dia elas choram, só que ninguém é capaz de ver, só os que podem sentir com o coração é que entendem esta emoção. Lágrimas de riso ou de dor, que sejam sempre puras e sinceras. Sempre. Como sorrisos de crianças. Não existe nada mais triste do que lágrimas falsas. Lágrima sincera é coração transbordando emoção. Dá vontade de beijar os olhos de quem chora assim.

 

Copyright © 2010 Sábio do Mate