Vai saber...

| sábado, 28 de maio de 2011


Quem sabe um dia...
Num outro tempo...
Outro poeta,
Outro verso,
Outro gênero,
Outro começo...

Quem sabe um dia...
Num mundo novo
Um novo artista
Um novo assombro
Um novo filósofo
Um livro novo

Quem sabe então...
Um eu mais novo,
Outro sábio,
Um novo povo
No outro, então...
O novo, de novo.

5 comentários:

{ • || Rai || • } at: 31 de maio de 2011 21:34 disse...

Poetas estão sempre se reciclando e acrescentando novas experiências em seus textos ^^
Seu blog é ótimo! Conforta os olhos :)
Seguindo.

{ Isidro } at: 31 de maio de 2011 22:28 disse...

Obrigado do fundo do peito... Estes versos e estes mates são para todos os que vem em paz...
Sê bem vinda!
Abraço baita

{ Irene Moreira } at: 3 de junho de 2011 11:35 disse...

Isidro
Chego aqui através de seu lindo Conto selecionado no Concurso Conto Vidas.
Além de ficar encantada com seu conto fico maravilhada com seus versos e na certeza de um livro novo.
Parabéns!!!

Beijos

{ Esplendor da Criação } at: 8 de junho de 2011 22:12 disse...

Oi.
Li seu conto no blog da Elaine.
Adorei pena que ñ vou votar, ñ tenho tempo para ler todos, mas olha vc ganharia meu voto. Vc escreve muito bem. Sou gaúcha, embora ñ tenho hábito do mate, conheço bem nossa cultura. Um abraço.

{ Du } at: 10 de junho de 2011 06:40 disse...

Bendita luz que nos fez criar este blog, né poet'amigo? Tô vizualizando teu blog pelo cel, mas não tô vendo o link aqui para votar no teu conto, menino! Não é por mim, porque eu votei em ti ontem mesmo, mas tu tem que divulgar aqui também! Alma de poeta, coração de escritor, e o melhor de tudo é que é meu amigo e vai poder sempre contar comigo! Beijos de chocolate quente!

 

Copyright © 2010 Sábio do Mate