Anjos - 01

| quarta-feira, 4 de maio de 2011
- Que fazes?
- Não sei... Ando...
- Quem és? Não te vejo...
- Há um abismo entre nós.
- A nuvem te oculta.
- Eu me escondo nela...
- E porque? Estás ferido?
- Me oculto no breu!
- Então, o que queres?
- Um olhar...
- De quem? O meu?
- O meu, eu perdi...
... Quando cruzou com o teu.

Dom Isidro

3 comentários:

{ Du } at: 5 de maio de 2011 08:10 disse...

Perfeito... lindo!

{ Isidro } at: 5 de maio de 2011 08:39 disse...

Obrigado!
Uma das tantas palavras guardadas num caixote de lembranças, que clamavam por viver, clamavam por dizer, clamavam seu vir-a-ser...

{ Isidro } at: 5 de maio de 2011 08:41 disse...

P. S.: Continua...

 

Copyright © 2010 Sábio do Mate