Chico de Assis - Dom Isidro

| terça-feira, 4 de outubro de 2011
Tem algum tempo que escrevi estes versos que ganharam vida e melodia pelas mãos do Jean Alano, hoje, no dia de São Francisco de Assis, presto minha homenagem ao Pai dos Pobres com a composição que fiz em seu nome:
Chico de Assis

Amar a Deus sem medida
Doar-se ao pobre e infeliz
Basta pra qualquer gaúcho
Que anseia ser feliz
Assim pregava Francisco
Naquela estância de Assis

Deixando as pilchas de rico
Pregar como o Cristo se vai
Deixa o rancho e vida de nobre
A velha mãe e o nome do pai
Pra ser o Chico dos pobres
Francisco de Deus, nada mais

Acharam que era loucura
Coisa de piá ou da idade
Pregar a charla divina
Criar uma fraternidade
E ainda tomar por irmãos
Aos leprosos da cidade

Teve os pobres por família
Pois era sua missão
Falar do evangelho e da paz
Do amor ao Divino Patrão
Foi o que ouviu certo dia
Na Capela de São Damião

Santa Clara seguiu o xirú
E com ela outras prendas também
Contra a vontade de todos
Deram juntos seu sim, seu amém
Pregando por todo povoado
Que Deus é amor, paz e bem

Pelas ruas da cidade
Levou amor com seu canto
E a prenda Maria do céu
Estendeu sobre Chico o seu Manto
Pois sabia que estava com ele
O vaqueano Espírito Santo

Ver Cristo nas criaturas
E em todo o peão sofredor
Doar-se a cada vivente
Com o mais pleno e doce amor
Deram ao jovem Francisco
A Glória das Chagas do Senhor

Assim era o pai dos pobres
Casto, obediente e feliz
Cumpriu a missão recebida
Fez aquilo que Deus quis
E nós hoje te pedimos
Rogai por nós Francisco de Assis

Peço a prenda Maria
Que nos cubra com seu manto
A Francisco e também Clara
Que me ensinem a ser santo
Sempre em nome do Pai
Do Filho e do Espírito Santo

Dom Isidro

4 comentários:

{ Du } at: 6 de outubro de 2011 17:40 disse...

Bonito isso!

{ Edu Lazaro } at: 23 de outubro de 2011 16:20 disse...

Uma oração!

{ Stella } at: 3 de dezembro de 2011 10:16 disse...

Adorei os versos. Admiro muito São Francisco de Assis... E me emociona muito o filme Irmão Sol, Irmã Lua. Beijo baita.

{ Bella Beloca } at: 4 de outubro de 2012 18:59 disse...

Que versos lindos!
Inspirados por Deus, com certeza...
Vítor, grande poeta...

 

Copyright © 2010 Sábio do Mate